28 de junho de 2011

Justificações


A mediocridade, a falta de amor, a falta de respeito, a incompetência, o desleixo, o desinteresse, a má vontade, a preguiça, a falta de fé, têm sempre uma justificação. O rol de desculpas, de afirmações e argumentos servem para isso mesmo, para justificar o injustificável. Não é por acaso que todo aquele que tem valor, que ama de verdade, que nutre um respeito incondicional pelo outro, que se preocupa em ser competente, que cuida de si, da relação, da situação, que se interessa pelo outro, que procura ser disponível e generoso, que se ocupa num trabalho sério e honesto, que crê, nunca tem argumentos nem apresenta justificações. Perante o fracasso experimenta o silêncio e fica inconsolável e incapaz de reagir porque entende que não tem perdão, não merece desculpa, porque lhe caiu fundo aquela falha indesejada mas desnecessária. As falhas, no entanto, não se perdem nas justificações nem nas desculpas, são trampolim para activar ainda mais todas as qualidades necessárias e redobram a atenção para não voltar a acontecer. Por isso custa tanto ouvir uma e outra vez, mil vezes, até à exaustão a desculpa barata e a justificação vazia, quando não, o rol de argumentos e de ideias que começam sempre com "não concordo". Porque será que o medíocre, o que não ama, não respeita, o incompetente, o desleixado, o desinteressado, o que sempre reage de má vontade, o preguiçoso, o que não crê é também o que nunca concorda? Chega de justificações. Vamos dar nomes às coisas. Sou um medíocre, sou um preguiçoso, sou um ateu, sou um egocêntrico, sou um desleixado... é mais fácil e mais barato.

Autor: Manecas
http://manecas-azul.blogspot.com



Image and video hosting by TinyPic

22 de junho de 2011

A Derrubada do Muro das Lamentações


Tome posse dos desejos que mais tomam conta do seu tempo.
Faça de cada um deles, um motivo a mais para lutar.
Pegue a vida com coragem e determinação,
sem olhar para as barreiras.
Alias, saiba que cada uma das dificuldades encontradas,
são na verdade pequenos testes de merecimento,
"quanto mais você vence, mais se faz merecedor da vitória."

Por isso, não espere nada de mãos beijadas.
Lembre-se que o que cai do céu não são facilidades,
mas, por vezes, o aumento das barreiras,
é a chuva incessante,
é a neve paralisante,
e até a titica do passarinho que "esvaziou" na sua cabeça.

Sim, o mundo é cheio de complicações,
e a cada dia, mais difícil o seu entendimento;
por isso, nada de ficar encostado no muro das lamentações,
a vida pede ação e contempla cada um com reações semelhantes,
ou seja, colhemos o que plantamos,
e normalmente, quando plantamos mal,
colhemos aquele mal dobrado, parece que centuplicado.
Já o bem, quase sempre, vem na exata medida das nossas necessidades.

Por que nossos sonhos ainda são pequenos,
nossos desejos são contidos,
nossas declarações de amor são tímidas demais.

Precisamos urgentemente fazer de cada dia uma lição,
uma explosão de força, euforia e determinação,
que arrebente com as muralhas do medo,
que estoure com os portões da indecisão,
que exploda as paredes das coisas pequenas,
das mesquinharias, do "inho", coitadinho,
menininho, pobrezinho, tadinho...
CHEGA! de tantos diminutivos!

Você é grande!
Foi feito para as grandezas de um mundo tão grande.
É tempo de sacudir a poeira e fazer de novo, tudo novo.
Tempo de derrubar o seu "muro das lamentações",
e ser plenamente realizado.

Tá esperando o que?

Autor:Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br



Image and video hosting by TinyPic

16 de junho de 2011

Estar Comigo a Sós

Image and video hosting by TinyPic
Estar comigo a sós é um exercício muito interessante. Libertar-me de todo e qualquer recurso para ocupar o meu tempo, a minha imaginação ou o meu dia. Estar comigo como quem está com um amigo. Como quem recebe uma visita. Como quem faz companhia. Receber-me a mim mesmo de visita a minha casa. Fazer-me companhia. Tornar-me meu interlocutor. Ser o meu próprio psicólogo. Desabafar comigo.
Aprender a estar comigo, para me tornar o meu melhor amigo. Aprender a estar comigo, para me amar. Aprender a estar comigo para me perdoar de todas as coisas de que habitualmente me culpam e de que habitualmente me culpo e condeno a mim mesmo. Fazer o exercício saudável de estar comigo amando-me e compreendendo-me.
Estar comigo em mim. Naquele lugar mais confortável de mim mesmo onde não há queixas, nem amarguras, nem desilusões, nem cansaços, nem recriminações, nem solidão. Estar comigo em mim, no meu mais confortável espaço interior. Frente a frente fazendo-me companhia e apreciando essa companhia. Aprendendo a fazer de mim a companhia de todas as horas.
Aprendendo a fazer companhia a mim mesmo para nunca estar só, nem abandonado, nem vazio. Fazer de mim o meu lar, onde me recebo. Aprendendo a receber-me para poder receber outros, para saber receber outros, para gostar de receber outros. Fazer de mim o meu lar, para que outros percebam que também sou o seu lar, segundo aquela máxima que diz "o nosso lar são aqueles que nos entendem e que nós entendemos".

Autor: Manecas
http://manecas-azul.blogspot.com



Image and video hosting by TinyPic

9 de junho de 2011

Ânimo

Não desanimes. Persiste mais um tanto.
Não cultives o pessimismo.
Centraliza-te no bem a fazer.
Esquece as sugestões do medo destrutivo.
Segue adiante, mesmo varando
a sombra dos próprios erros.
Avança ainda que seja por entre lágrimas.
Trabalha constantemente. Edifica sempre.
Não consintas que o gelo do desencanto
te entorpeça o coração.
Não te impressiones à dificuldade.
Convence-te de que a vitória espiritual
é construção para o dia a dia.
Não desistas da paciência.
Não creias em realização sem esforço.
Silêncio para a injúria.
Perdão às ofensas.
Recorda que os agressores são doentes.
Não permitas que os irmãos desequilibrados te
destruam o trabalho ou te apaguem a esperança.
Não menosprezes o dever que a consciência
te impõe. Se te enganaste em algum trecho
do caminho, reajusta a própria visão e
procura o rumo certo.
Não contes vantagens nem fracassos.
Estuda buscando aprender.
Não se voltes contra ninguém.
Não dramatizes provações ou problemas.
Conserva o hábito da oração para que
se te faça luz na vida íntima.
Resguarda-te em Deus e persevera no trabalho
que Deus te confiou.
Ama sempre, fazendo pelos outros
o melhor que possas realizar.
Age auxiliando. Serve sem apego.
E assim vencerás.

Autor: Chico Xavier



Image and video hosting by TinyPic

6 de junho de 2011

Ele


O vento forte, que arrasta tudo,
faz silêncio para ouvir a sua voz, fica mudo.
O mar revolto, com ondas gigantes e inquietas
se alcalma para sentir o seu toque, se aquieta.
A doença que parece não ter fim,
se retira, e até a ferida mais antiga,
seca diante do seu desejar,
faz a saúde restaurar.

As pedras que tentam te atirar,
ficam ali mesmo, pelo chão,
diante da sua autoridade, paraliza-se a mão.
Ele fala com poder, direto no coração.

As acusações se perdem,
o medo se vai, a coragem se ergue.
A esperança se renova,
o dia não finda,
a noite é sempre linda.
E a vida, um eterno recomeçar,
pois com Ele, com Jesus,
é sempre tempo de amar.

Ele te ama profundamente,
e onde você estiver, triste ou contente,
Ele está contigo.
Ele deixa os templos e segue para as prisões,
deixa os estádios e segue para os hospitais,
larga os ricos, se aproxima dos pobres,
deixa de lado os sábios, vem instruir os que nada sabem.

E se alguém te excluiu,
se alguém te magoou, feriu.
Se disseram que você não tem mais jeito,
que a sua vida não vale nada:
olhe para chuva lá fora, e perceba;
que a mesma água que cai do céu, cheia de vida,
desce sobre a orquídea mais linda,
e na mesma quantidade, sobre a erva daninha,
o capim mais desprezado,
por Deus é tão amado.

Pois Ele não privilegia ninguém,
e através de Jesus, neste momento,
segura na sua mão, traz alento,
fala da eternidade, de salvação,
toca fundo na alma, quebranta o seu coração.
Nada pede, nada cobra, nada reclama,
Jesus só repete, que muito te ama.

Sinta o amor que chega agora,
nas letras miúdas dessa mensagem,
que rima fé, esperança e coragem.
Para trazer alegria, saúde, paz, entendimento, esperança e salvação,
para entrar na sua casa e fazer morada, pois Ele te abraça,
e tudo passa…
Amém.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br




Image and video hosting by TinyPic

2 de junho de 2011

Um Ser Especial


Entre o que acham certo e errado,
entre o que pensam ou deixam de pensar,
entre a parede da ilusão e o muro duro da realidade,
existe um ser que ama, sofre, pensa e as vezes chora,
um ser que sonha com a felicidade, que deseja a paz,
um ser especial que erra pensando em acertar,
as vezes comemorado, outras ignorado.

Neste dia em especial, é preciso lembrar,
que você é capaz de muitos erros,
é capaz de cometer injustiças,
de sofrer por coisas que não deveria,
mas acima de tudo está o seu aprendizado,
essas etapas que todo ser precisa passar,
e quando pensamos que sabemos tudo,
temos que recomeçar do zero,
ao perceber que ainda não aprendemos
nem o básico da vida.

Vida!
Complexo de dias e experiências que nos diferenciam,
mas que acaba tornando-nos tão iguais,
a minha lágrima é tão quente quanto a sua,
a mãe que perde o filho chora um lamento triste
na favela ou na mansão mais rica da cidade.
e aquele que sofre a desilusão do amor,
fica assim,, sem vontade de ir e nem ficar,
os olhos apontam a direção, mas os pés não querem caminhar.

Então, é hora de acertar o relógio do tempo,
marcar um novo compasso na sua existência,
e provar, não para o mundo, que as vezes é tão cruel,
mas, para você mesmo, que pode acertar, construir,
amar e ser amado, distribuir sementes e flores,
de um novo amanhecer!
Amanheça com você,
na certeza de merecer a felicidade.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br




Image and video hosting by TinyPic