23 de novembro de 2010

O Que as Mulheres Querem

Eu quero um homem que...
1. Seja lindo,
2. Encantador,
3. Financeiramente estável,
4. Um bom ouvinte,
5. Divertido,
6. Em boa forma física,
7. Se vista bem,
8. Aprecie as coisas mais finas,
9. Faça muitas surpresas agradáveis,
10. Seja um amante criativo e romântico.


Lista Revisada aos 32 Anos

Eu quero um homem que...
1. Seja bonitinho,
2. Abra a porta do carro
3 Tenha dinheiro suficiente para jantar fora com certa frequência
4. Ouça mais do que fale,
5. Ria das minhas piadas,
6. Carregue as sacolas do mercado com facilidade,
7. Tenha no mínimo uma gravata,
8. Lembre de aniversários e datas especiais,
9. Procure romance pelo menos uma vez por semana.


Lista Revisada aos 42 Anos

Eu quero um homem que...
1. Não seja muito feio,
2. Espere eu me sentar no carro antes de começar a acelerar,
3. Tenha um emprego fixo
4. Balance a cabeça enquanto eu falo,
5. Esteja em forma ao menos para mudar a mobília de lugar,
6. Use camisetas que cubram sua barriga,
7. Não compre cidra achando que é champagne,
8. Se lembre de abaixar a tampa da privada.


Lista Revisada aos 52 Anos

Eu quero um homem que...
1. Corte os pelos do nariz e das orelhas,
2. Não coce o saco nem cuspa em público,
3. Não sustente as irmãs, nem as filhas do primeiro casamento
4. Não balance a cabeça enquanto eu estou reclamando,
5. Não conte a mesma piada o tempo todo.


Lista Revisada aos 62 Anos

Eu quero um homem que...
1. Não assuste as crianças pequenas,
2. Ronque bem baixinho quando dorme,
3. Esteja em forma suficiente para ficar de pé sozinho,
4. Use cueca e meias limpas


Lista Revisada aos 72 Anos

Eu quero um homem que...
1. Respire,
2. Lembre onde deixou seus dentes


Lista Revisada aos 88 Anos

Eu quero um homem que...
1. O que é um homem, mesmo ???

Site:www.velhosamigos.com.br




21 de novembro de 2010

Tudo é Amor

Vida-É o Amor existencial.
Razão-É o Amor que pondera.
Estudo-É o Amor que analisa.
Ciência-É o Amor que investiga.
Filosofia-É o Amor que pensa.
Religião-É o amor que busca Deus.
Verdade-É o Amor que se eterniza.
Ideal-É o Amor que se eleva.
Fé-É o Amor que se transcende.
Esperança-É o Amor que sonha.
Caridade-É o Amor que auxilia.
Fraternidade-É o Amor que se expande.
Sacrifício-É o Amor que se esforça.
Renúncia-É o Amor que se depura.
Simpatia-É o Amor que sorri.
Altruísmo-É o Amor que se engrandece.
Trabalho-É o Amor que constrói.
Indiferença-É o Amor que se esconde.
Desespero-É o Amor que se desgoverna.
Paixão-É o Amor que se desequilibra.
Ciúme-É o Amor que se desvaira.
Egoísmo-É o Amor que se animaliza.
Orgulho-É o Amor que enlouquece.
Sensualismo-É o Amor que se envenena.
Vaidade-É o Amor que se embriaga.
Finalmente, o ódio que julgas ser a
antítese do Amor, não é senão o
próprio Amor que adoeceu gravemente.

Autor: Chico Xavier




18 de novembro de 2010

Como Árvores...

Qual o tamanho de um sofrimento?
Quanto tempo devemos chorar por um ente querido que morreu ou pelo amor que se perdeu?
Quanto tempo devemos guardar trancado um coração que sofreu uma traição?
Quantos dias devemos ficar trancados em um quarto quando alguém nos decepcionar?
Qual o tamanho da saudade que devemos armazenar por alguém que não vai voltar?
Qual o tamanho do ódio que devemos criar para aqueles que nos humilharam ou feriram?

É muito difícil determinar o tamanho, o tempo ou o peso de qualquer uma das perguntas acima, o certo, é que tudo tem um tempo certo, tudo tem um limite, e cada um de nós é suficientemente "adulto" para perceber quando estamos passando dos limites.
Assim, as pessoas que se trancam na dor e fazem dessa dor "o motivo" para não viverem, para não lutarem e simplesmente desistirem da vida, estão indo contra um princípio natural e divino que aponta sempre para a continuidade da vida.

Se você cortar uma árvore centenária e deixar apenas um pequeno toco, verá depois de alguns meses a vida renascer com pequenos galhos já crescendo e desafiando a vida para ressurgir. Em alguns anos será novamente uma árvore forte e cheia de vida, pronta para oferecer o que tem de melhor para o mundo.

Por isso o sofrimento tem que ter uma medida, a nossa dor tem que ter limite, o nosso isolamento do mundo tem que ter um breque, porque somos como árvores frondosas que estão sujeitas á vários cortes durante nossa vida, alguns cortes derrubarão poucas folhas, outros podem até destruir todos os galhos que demoramos anos para juntar, mas sempre nos restarão algumas sementes que se regarmos com paciência e amor, em breve nos transformará de novo em belas árvores.

Se você, no dia de hoje, é apenas um toco, lembre-se que dentro de você tem uma semente divina que deve ser cultivada sempre, que precisa muito mais da sua atenção que de mãos estranhas, por isso ame-se, respeite-se, respeite a vida e o curso que ela tem, transforme-se definitivamente numa árvore que dá frutos, que dá sombra e lembra sempre a todos que enquanto existir vida, existem possibilidades de transformar, de renascer e de ser feliz!.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br



14 de novembro de 2010

Deixe o Menino Sonhar

Meus sonhos são o resultado das necessidades:
do adulto responsável que tento ser,
com a inocência da criança que habita em mim.
Por isso, as vezes, desejo coisas tão simplórias,
como um dia no parque, livre dos compromissos,
e em outras, dinheiro para pagar todas as contas.
Vivo nesse conflito:
o adulto que precisa trabalhar,
e a criança que quer se libertar.
Então surge desencontro;
entre o que eu desejo e o que eu preciso.
“Nem sempre o que eu desejo, é o que eu preciso,
e o que eu preciso no dia de hoje, nem sempre é o que eu desejo.”
Desejo, necessidade, vontade,
quantos contrastes.
Acho que o mundo precisa de mais coisas simples.
Como um “MP10″ por exemplo,
que toca música, fotografa, copia, imprime,
faz salada e ainda manda via Internet.
Precisamos de um amor assim: tudo em um,
apaixonado, fiel, servil, sempre pronto para o amor,
que não cobre nada, que não reclame.
Que tal um emprego “MP10″?
ótimo salário, poucas horas de trabalho, sem gente chata,
sem cobranças de relatórios ou de produção?
Pronto, mais uma vez, a criança que habita em mim quer sonhar,
deixar o mundo mais leve, menos cinza, mais colorido.
Pois até nisso nos limitamos!
Temos medo de sonhar, de parecer louco,
de desejar o que achamos impossível.
E o que é verdadeiramente impossível?
Talvez, seja impossível comprar o Taj-Mahal,
mas, nada nos impede de construirmos um novo,
só para o nosso amor.
E o menino que habita em mim sorri,
diz que sim! que tudo é possível.
E olhando nos teus olhos, ele brinca,
e com a seriedade do adulto, afirma:
você pode conquistar o mundo!
Desde que ele seja parte dos teus sonhos,
e que você acredite que é possível.
Os limites estão apenas dentro de você.
Deixe o menino sonhar…

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br





9 de novembro de 2010

Formigas

Assim como a formiga, nós seres humanos inteligentes e sensíveis, vez em quando queremos carregar mais coisas em nossas costas que podemos suportar, os problemas dos outros, as dores do mundo e a ganância de querer sempre mais, de ser mais e melhor e quando acordamos para a realidade estamos esmagados pelo peso de nossa insensatez.
Cuide mais de você, o dia passa, as pessoas passam, o tempo passa, mas você fica, você será a sua eterna companhia, todos podem até fugir de você, mas você não pode fugir desse encontro com você mesmo, com a sua paz interior, com a sua felicidade.
Por amor a você, carregue apenas a sua mala, e de preferência, o mais vazia possível.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br






4 de novembro de 2010

Perceba

Perceba que mais um dia começou e, que bom, ele é todo seu.

Perceba que você tem o tempo em suas mãos e mesmo atolado de problemas a vida espera que você tome as decisões para seguir em frente.

Perceba que se você ficar deitado, afundado em seus problemas, com medo da vida, com medo até do ar que respira tudo vai ficar parado, estagnado como água barrenta.

Perceba que você é o capitão de um navio cuja rota e destino depende de suas atitudes, o navio precisa chegar ao porto da felicidade em segurança, e só você pode levá-lo com êxito.

Perceba que culpar a situação, a crise, as pessoas, os sentimentos é a nossa primeira reação de defesa quando sentimos que perdemos o comando do nosso navio, e que para retomar o timão é preciso coragem de assumir as próprias fraquezas, é preciso determinação para segurar nessa direção com firmeza e retomar o caminho do seu objetivo.

Perceba que a vida te presenteou com inúmeros recursos, seja a fala, a audição, a visão, a possibilidade de locomoção, a inteligência, se você já tem um desses itens funcionando bem, já é feliz e abençoado, se você tem tudo isso e mais a noção de que é um ser privilegiado, então não te falta nada, só falta rumo e determinação.

Perceba finalmente, que todas as pessoas possuem qualidades e defeitos, respeitar os limites de cada ser humano é valorizar a amizade, é dar oportunidade para se viver um grande amor.
Sem respeitar o ser humano que luta ao seu lado por dias melhores, o seu navio encalha e atrapalha os outros que estão chegando.

Perceba que a felicidade, já não é mais um porto distante onde o seu navio quer aportar, mas um ponto no horizonte onde seus olhos podem perceber que falta muito pouco para alcançar.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br





1 de novembro de 2010

Estação Saudade

Tem gente que viajou na sua saudade,
só com um bilhete de ida,
e não consegue voltar,
imergir das próprias lembranças para a vida.
Parece que a saudade é uma vila distante,
um país que não conseguimos alcançar,
mas que insistimos em procurar…
E viajamos por esses caminhos
quase sempre sombrios do reviver,
do desejar o que já não é mais…
o que já não existe…
Se você sente que o trem partiu
e ficou na estação dos desejos,
com a mala na mão e um gosto estranho na boca,
um estranho sentimento de perda,
acredite: está na hora de voltar,
embarcar no trem da vida,
que apita apenas uma vez a cada chegada,
e o espera para novas viagens,
com novas paisagens,
novos sentimentos, e, quem sabe,
um novo amor na vida que recomeça,
que se refaz na estação do tempo,
que te cobra apenas o desejo de ser feliz…

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br





Grafite 3D - Verdadeiros Artistas Anônimos