14 de novembro de 2012

Duas Maneiras



Não se apegue a tristeza em demasia.
Nem se deixe levar pelo riso tolo dos fracos.
A alegria é cultivada diariamente com bons sentimentos, com o mover dos pensamentos.

O que guarda rancor,
o que carrega a raiva,
não sente alegria.
O que despreza o próximo,
o que se julga superior,
é na realidade um inimigo da alegria.
São os que carregam pesados fardos,
dores, doenças e fígado cheio de fel,
que se espalha pelo corpo em cheiro ruim,
que não há perfume que consiga disfarçar.
Nem sabão que consiga lavar.

Olhe a vida pelo lado mais belo.
Encare cada situação como um recado, como aviso.
Sempre teremos duas maneiras de receber os problemas.
Uma delas é analisando onde erramos,
a segunda, mais prática, é perguntar para si mesmo:
- O que esse problema quer me ensinar.
Aprender a lição e sair da situação negativa
com saldo positivo.

Ai daquele que se lamenta de tudo!
Ai daquele que começa acreditar que
tudo de ruim é para ele.
Ai daquele que começa a duvidar da
sua própria capacidade.
Ai daquele que começa esperar pelos
outros para se curar.

O milagre está dentro de cada um de nós.
Disse Jesus: Vai, a tua fé te salvou!

Não espere pelo pastor,
pelo padre milagreiro,
pelo benzedeiro.
Não espere por ninguém,
olhe para dentro de você.
Diga com certeza, ainda que enfraquecida:
- Eu sou saudável, feliz, próspero e muito amado.
Repita até cansar a garganta.
Todos os dias. 
Todas as horas.
Como quem fala e canta.

Até você  perceber, que em você,
reside a semente divina.
Plantada pelo maior Agricultor para que cresça,
dê frutos e gere novas sementes.
Porque Deus te ama incondicionalmente.
E diz: é tempo de ser feliz!

Autor: Paulo Roberto Gaefke


Image and video hosting by TinyPic

Um comentário:

Barbie Californiana disse...

Nada melhor do que ser feliz, amiguinha! Adorei a reflexão! beijos