14 de agosto de 2012

A Força Dos Que Não Têm Força

Image and video hosting by TinyPic

Recordo, olhando a vida e passando em revisão
pequenos e grandes momentos de vidas, de gente,
que tira forças de onde elas não estão.
Fico impressionado com o sorriso, as palavras,
os gestos, a atenção, a entrega, a dedicação,
a disponibilidade, a prontidão de tantas pessoas
que se encontram já sem forças para nada.
Observar aqueles que podem contar com as forças
da vida, não causa impressão, mas poder contemplar
a força daqueles que não têm forças é uma dádiva
que obriga a repensar a vida.
Os gestos de amor dos abandonados, a participação
dos esquecidos, a franqueza dos enganados,
o abraço dos rejeitados, o sorriso dos maltratados
é força dos que não têm força.
O trabalho dos cansados, a entrega dos sobrecarregados,
a gentileza dos idosos é força dos que não têm forças.
A bondade dos esmagados, o perdão dos injustiçados,
as luta dos vencidos, a esperança dos desenganados é
a força dos que não têm forças.
É impressionante como há gente que nunca se dá por vencida.
Homens e mulheres que levantam a cabeça e descobrem
horizonte, arrastam os pés e fazem caminho,
apertam as mãos contra o peito e encontram coração,
mordem os lábios e despertam um sorriso, forçam a
porta e oferecem um teto, esmagam migalhas e matam a fome,
enxugam uma lágrima e refrescam a vida.
Há homens e mulheres que tiram força de onde ela não existe.
Às vezes tenho vontade de perguntar, onde vão buscar força
os que não têm forças?

Autor: Manecas
http://manecas-azul.blogspot.com.br

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

2 comentários:

Claudia Santos disse...

Olá Suely, adorei o texto.
Obrigada por compartilhar.

Morgana disse...

Obrigada por mais essa maravilhosa e reflexiva postagem querida amiga Suely.Um beijão!