11 de abril de 2012

Nossos Contrários

Image and video hosting by TinyPic

Quando a serenidade se vai,
o desespero toma conta.
Quando a paciência deixa de existir,
a ira se torna conselheira.
Quando o amor não resiste,
o ódio se instala, seca a alma.
Quando a gentileza não aparece,
as disputas se fortalecem.
Quando todos querem ter razão,
a guerra é a única saída.
Quando a preguiça é mais forte,
o trabalho se perde.
Quando a boca se abre para reclamar,
deixamos de fazer o que deve ser feito.

Contrários que convivem em nós,
somos da paz, mas brigamos por nada,
somos da justiça, e enforcamos alguns deveres,
somos da fraternidade do amor,
e por vezes desprezamos nossos semelhantes,
somos luz, e muitas vezes andamos nas trevas.

Queremos tanto a felicidade,
que as vezes causamos a infelicidade de outros.
Sonhamos com o relacionamento perfeito,
e brigamos por quase nada...

Nossos contrários nos aproximam do que
precisamos transformar, é o nosso espelho
da alma mostrando o que precisamos melhorar.
Infelizmente, nosso orgulho às vezes nos cega,
e o que pensamos ser uma qualidade, é o nosso
maior defeito, é o que nos impede de caminhar,
de prosperar e de conquistar.

Não tenha medo de mudar!
Comece pelo mais simples; sorria mais,
aborreça-se menos, contente-se com o que
lhe chega ás mãos, agradeça mais.
Não leve nem a vida, nem as pessoas tão a
sério, apenas faça bem feito, para ter a
consciência tranquila de ter dado o seu melhor.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br

Image and video hosting by TinyPic


Image and video hosting by TinyPic

3 comentários:

Mauro S disse...

Oi Suely, pois é, os jovens abreviam tanto, criam abreviaturas maiores que as palavras, complicado.

Patricia Galis disse...

Que maravilha de texto, me vi em mutas frases, estou vivendo uma bem triste no momento.

Samanta Sammy disse...

Olá querida Suely, cheguei !!!

Belíssima escolha do texto para compartilhar conosco !
Como mencionado, todos temos nosso contrários, nossas contradições... creio que a diferença entre cada um de nós é exatamente esta consciência de querer melhorar, evoluir e desta forma contribuir para um mundo e relações melhores e também para viver plenamente, sem complicar tanto e sabendo valorizar cada minuto da vida, que é sempre único e especial, seja ele de alegria para nos dar forças para seguir adiante ou seja de tristeza para nos ensinar lições que só com a dor aprendemos ;)
Lindo demais, adorei a partilha, obrigada !!

Um super mega beijooo e que seu fim de semana seja de alegrias :)