23 de fevereiro de 2012

Quando Eu não Aguentar...


Quando eu não me aguentar, e desistir,
por favor, siga comigo, ainda que em silêncio.
Sei que é difícil, é mais do que ser amigo,
é amparar quem talvez, nem queira amparo.

Quando eu não me suportar, e resistir,
quando o remédio for muito amargo,
não deixe de me dar a dose certa,
ainda que eu não te entenda,
isso é ser mais do que amigo, é ser anjo.
Há dias em que precisamos de um anjo,
de alguém que vele o nosso sono,
que nos sacuda quando estivermos em meio a um pesadelo,
quando nossa boca fica amarga,
quando não queremos aceitar que acabou,
que o filme terminou,
que quem partiu não volta.

Quando eu desistir da vida,
por favor, seja meu anjo,
me mostre um jardim,
diga que é só um recomeço, que não é o fim.
E seja mais do que um amigo, mais do que um anjo,
seja o meu reflexo, e por um instante, um momento de luz,
seja para mim, o próprio Jesus.

Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br

Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic

2 comentários:

Sissym disse...

Querida, da vida não irei desistir, mas de muitas pessoas... algumas decepcionam e são tão arrogantes!

Sobre meu post: Eu nem sei o que dizer, porque as aguas do Marapendi são totalmente poluídas... dá pena nos animais.

Bjs

Nilse Aparecida disse...

Suely que lindo esse poema, é verdade tem momentos na vida que precisamos de um anjo, nem que seja para nos dizer que pode chorar junto se for preciso.
Eu te amo, e sei que vc. tem muito de anjo.

Um abraço.