5 de outubro de 2010

As Pedras e o Rio

Assim, são os problemas que carregamos,
por maiores que sejam, vão ficar no passado,
uma hora eles se desprendem de nós,
e caem no esquecimento.
Por isso, não perca a hora do trem,
nem se deixe levar pela dor.
A vida, como o rio, tem um curso a seguir,
e quem não pode ficar para trás é você.
Olhe para a frente, projete seus sonhos,
veja-se livre do que te incomoda,
se é a saúde que lhe falta, se trate.
Se é a solidão que te incomoda, seja solidário.
Se é o desamor que te atormenta, ame mais.
Se é a traição que te ofende, perdoa.
Se é a desunião que te machuca, une.
Se é a escuridão que te entristece, seja a luz.
Se é o vazio que te deixa assim, preencha-se.
Se te falta fé, se encontre…
Se te falta direção, observe o rio,
que humildemente se deixa levar pelo caminho,
certo que depois das pedras está o mar,
ponto de chegada dos vitoriosos,
dos pequenos riachos, fontes e nascentes,
que compõem a grandiosa força dos oceanos.
Hoje você pode ser apenas um fio d’água,
mas seguindo o curso do rio da vida,
deixará para trás pedras e barrancos,
e se fortalecendo com a capacidade de amar,
deixará de ser rio e será mar.

Autor: Paulo Roberto Gaefke
www.meuanjo.com.br




Nenhum comentário: